Terça, 27 Julho 2021 14:51

Desenvolvimento e apoio ao empreendedorismo de Rorainópolis

Avalie este item
(0 votos)

Oportunidade de desenvolvimento a quem trabalha e produz. Foi com esta finalidade que a Desenvolve Roraima (Agência de Fomento do Estado de Roraima), instituição financeira do Governo do Estado, realizou no dia 22 uma ação de crédito itinerante em Rorainópolis.

Destinada a empreendedores, produtores rurais, autônomos, micros e pequenos empresários de todos os segmentos econômicos, a ação atendeu 55 interessados que receberam informações e orientações sobre projetos de financiamento, condições para pagamento, taxas de juros e contratações.

Elder Aguiar, assessor de planejamento da Desenvolve Roraima, informou que as ações de crédito itinerantes, como esta que aconteceu em Rorainópolis, chegarão a todos os municípios roraimenses.

“Atendemos o pequeno produtor com o apoio da Seapa e estamos fazendo ações itinerantes em todos os municípios do Estado. Aqui em Rorainópolis disponibilizamos aos pequenos empreendedores, autônomos, micro e pequenas empresas uma linha de crédito de R$ 5mil, com taxa de juros de 0,99% ao mês, 6 meses de carência e 30 meses para pagar”, explicou.

Durante a ação foi possível efetivar a contração com o feirante José Maria dos Santos, que trabalha com venda de frutas e receberá R$ 5 mil de capital de giro.

“Eu preciso tanto desse dinheirinho. Porque eu trabalho ali na feira, eu compro banana, compro pupunha, eu compro tudo que a gente vende na feira, eu vendo. Então, nada como uma oportunidade dessa.”, declarou o Sr. José Santos.

Para a autônoma, Valdineia Sá Reis, que trabalha com decoração de festas e teve o cadastro pré-aprovado, a expectativa é que seja possível ser aprovada em todas as etapas de análise financeira.

“Eu fiz no início [solicitação de crédito] de R$ 5 mil e pelo jeito parece que foi aprovado e estou esperando. Eles vão levar meus documentos para Boa Vista, aí também vão ligar falando se eu fui aprovada mesmo ou não. A princípio, eu fui aprovada, espero que sim”, contou animada.

O intuito desta ação é promover o atendimento que o setor produtivo precisa e apoiar a retomada econômica do Estado, estimulando a geração de emprego e renda da população, já que ações itinerantes facilitam aos empreendedores o acesso às linhas de financiamento disponíveis na agência.

CRÉDITO RURAL

Na região de Nova Colina, a equipe da Desenvolve Roraima, juntamente com técnicos da Seapa (Secretaria de Agricultura, Pecuária e Abastecimento), atenderam 11 produtores rurais da agricultura familiar que puderam firmar as contratações de financiamento com a agência.

O produtor Benigno Silva, de 75 anos, através do financiamento concedido pode investir na infraestrutura da propriedade e espera criar um bom relacionamento com a instituição a fim de conseguir novos créditos.

“Essa ajuda aí vai me servir pra comprar bola de arame pra os bichos não fugir. [O crédito] vai me ajudar porque até hoje eu não tive meu nome sujo em lugar nenhum e o propósito é de antecipar esse pagamento e fazer uma melhor, se for o caso”, declarou.

Para Rumão Bastos, agricultor, o crédito veio no momento certo. “Eu produzo farinha, macaxeira, milho, feijão, pupunha, gado e pra mim isso é uma grande ajuda, chegou em hora boa, hora certa, eu creio. Me sinto feliz e honrado por ter participado desse programa”.

Ler 92 vezes Última modificação em Terça, 27 Julho 2021 17:38

Itens relacionados (por marcador)

  • Agricultura familiar indígena recebe financiamento da Desenvolve Roraima Agricultura familiar indígena recebe financiamento da Desenvolve Roraima

    Na última quinta-feira (16), o Governo do Estado, por meio da Desenvolve Roraima, esteve presente em Normandia, na localidade indígena Raposa Serra do Sol, para liberar financiamento aos produtores rurais da região.

    Os recursos disponibilizados são da linha de crédito Agricultura Familiar Indígena, lançada em dezembro do ano passado, e foram destinados para atendimento de cinco produtores indígenas, totalizando o valor de R$ 25 mil.

    A linha de crédito Agricultura Familiar Indígena e atendem os indígenas que já foram assistidos tecnicamente pela Secretaria de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Seapa) na identificação das demandas produtivas.

    O agricultor Cesário Melo, que investe na fruticultura, financiou um sistema de irrigação e adubo para aprimorar a produção.

    “Esse empréstimo vai ajudar eu e meus companheiros que fez também, são mais cinco ou seis. E o governo Antonio Denarium ele está ajudando, ele mesmo falou que não é muito, mas pra que não tem é bacana”.

    A linha de crédito Agricultura Familiar Indígena está disponível para investimentos em itens de custeio e despesas do ciclo produtivo, sendo o prazo para quitação em até cinco anos, com de carência de até dois anos e juros de 3% ao ano.

     

  • Desenvolve Roraima financia R$ 600 mil para a agricultura familiar Desenvolve Roraima financia R$ 600 mil para a agricultura familiar

    Com grande potencial para o agronegócio, o campo de girassóis conquistou todos que participaram do “Dia de Cooperação Técnica Coopana/Seapa” promovido pelo Governo do Estado, através da Seapa (Secretaria de Agricultura, Pecuária e Abastecimento), parceria com a Coopana (Cooperativa Agropecuária Nova Amazônia) e participação da Desenvolve Roraima.

    Durante o evento, os visitantes puderam conhecer as culturas de produção agrícola como girassol, milho, feijão e sorgo, o plantio de hortaliças em simbiose com a criação de peixes, além de interagir com fornecedores de maquinários e ferramentas para agricultura.

    A Desenvolve Roraima esteve presente para firmar contrato com 31 produtores beneficiados com a linha de crédito rural e realizar a liberação de recursos no valor de R$ 600 mil em financiamentos para agricultura familiar. Resultado do investimento que o Governo do Estado tem feito para fomentar a agricultura.

    O governador Antonio Denarium reconhece a importância e a capacidade produtiva do setor e por isso tem viabilizado, através da Desenvolve Roraima, o apoio financeiro necessário para a expansão do agronegócio.

    “O Governo do Estado está colocando dinheiro, está colocando recurso na Desenvolve [Roraima] e dando assistência técnica da Secretaria de Agricultura. Estamos trabalhando para geração de emprego, renda e desenvolvimento do Estado de Roraima, fazendo um plantio que gere resultado positivo para os agricultores”.

    Alinhada às diretrizes do projeto Roraima 2030, a Desenvolve Roraima viabiliza os investimentos necessários e específicos que os produtores necessitam. Nestas contratações foram financiados sistemas de irrigação, tratoritos, calcário, caixas-colmeias, estufas, ração e ferramentas agrícolas para as atividades de horticultura, fruticultura, avicultura, apicultura, entre outras.

    Para a agricultora, Gelciane, o crédito da Desenvolve Roraima gera uma oportunidade de crescimento. “Eu vou conseguir construir meu aviário e também minha pocilga no meu terreno. É muito gratificante, porque vai beneficiar não só eu, mas também muitos agricultores que estão necessitados de um crédito com mais facilidade e foi isso que a Desenvolve [Roraima] trouxe pra nós”, declarou.

    A produtora Erli Amorim financiou um sistema de irrigação para o cultivo de açaí e está animada com a expectativa de produzir em grande escala.        

    “Nós estamos aqui muito felizes por este benefício que o Governo do Estado tem estendido à produção, aos produtores rurais. E assim, o açaí tava plantado e a gente tinha uma carência pra comprar o material de irrigação, porque tudo tem um custo, né? Então o governo disponibilizou esse crédito pra gente comprando todo o material de irrigação e o nosso açaí vai ficar todo irrigado e a gente fica grato ao governador por esse empenho para com o produtor rural. Então a gente vai irrigar o açaí e logo, logo, se Deus quiser, a gente vai com a nossa produção em grande escala”, contou entusiasmada.

    Tendência

    O interesse e a capacidade gerar negócios na atividade agrícola em Roraima são crescentes e estimula, inclusive, a concorrência de mercado, impulsionando a produtividade local. É por meio de programas e linhas de crédito com condições diferenciadas que a Desenvolve Roraima financia o crescimento sustentável de negócios e projetos inovadores que melhoram a qualidade de vida da população, fortalece a economia e a geração de emprego e renda no Estado.

  • Governo de Roraima financia R$ 200 mil no Sul do Estado Governo de Roraima financia R$ 200 mil no Sul do Estado

    Momento oportuno para investir é o que busca todo empreendedor e que a Desenvolve Roraima (Agência de Fomento do Estado de Roraima), instituição financeira do Governo do Estado, com o apoio estratégico da Seapa (Secretaria de Estado da Agricultura, Pecuária e Abastecimento), proporciona em ações voltadas a apoiar e viabilizar o crescimento, desenvolvimento e sustentabilidade dos pequenos negócios e da agricultura familiar.

    Nos dias 26 e 27, empreendedores e produtores rurais das cidades de Caroebe, Iracema e Rorainópolis assinaram seus contratos de financiamento e passaram a dispor do crédito orientado disponibilizado pelo Governo do Estado através Desenvolve Roraima.

    Para o produtor rural Antônio José de Lima, do município de Caroebe, o financiamento é um meio para enfrentar as dificuldades produtivas do último ano.

    “A gente encontra muitas dificuldades, como no mundo inteiro, em geral, mas aqui tem facilitado com uma linha de crédito, a qual, eu creio, vai ajudar muito. Porque muitas vezes, infelizmente, para o pequeno produtor a situação fica difícil para conseguir crédito e esse governo tem nos ajudado nessa parte e eu sou um produtor muito feliz com isso”, declarou.

    O crédito concedido pela agência é orientado, ou seja, o processo do empréstimo é todo acompanhado por um Agente de Crédito e é destinado especificamente para atividades produtivas. Para estas contratações, foi liberado o valor total de R$ 200 mil e atendeu diretamente 40 beneficiados, dentre eles 14 autônomos de diversos segmentos varejistas e 26 da agricultura familiar.

    O feirante José Maria dos Santos, trabalha na feira de Rorainópolis há 20 anos e vê o crédito orientado como um apoio para fortalecer a economia informal.

    “Esse crédito é muito bom. Com esse crédito, esse dinheiro chegando em uma boa hora já vai me servir nesse custeio. Eu não sei se já existiu esse crédito em outra hora, mas eu não vi. E eu quero agradecer ao Governo do Estado por essa força que ele tá nos dando, essa gentileza, que ele tá olhando para essa classe. Tá acontecendo as coisas e vai acontecer muito mais”, afirmou.

    O produtor Célio Ramos, da região Entre Rios, é membro da Associação dos Pequenos Produtores Rurais de Banana do Entre Rios, e aponta o crédito concedido pela Desenvolve Roraima como um agente motivador para o aumento de produtividade e novas negócios.

    “A gente teve a oportunidade de alcançar o crédito da Desenvolve [Roraima], um crédito planejado para o pequeno produtor que melhorou a qualidade de vida dos produtores que estão trabalhando diretamente com as compras institucionais. A gente já está com a estrutura toda montada, produzindo e as pessoas já [estão] comercializando, já estão até com dinheiro para pagar”, declarou.

    Ramos também vê a importância de o Governo se fazer presente, entender e entregar a demanda do produtor. “A equipe da Desenvolve [Roraima] veio até a comunidade, na associação, onde os produtores tiveram a oportunidade de assinar suas cartas de crédito e logo em seguida comprar. Então é agradecer ao Governo do Estado por ter essa iniciativa de ver o pequeno produtor e dar a mão pra ele”, finalizou.

    Os financiamentos concedidos são direcionados para investimentos em infraestrutura, equipamentos, itens de custeio e mercadorias, o que mantém os recursos circulando dentro da própria região, gerando indiretamente novas oportunidades de negócios com fornecedores locais.

    A empreendedora Carleane Sousa da Silva, atua há 2 anos com a venda de confecções e pela primeira vez toma um empréstimo para investir em seu próprio negócio.

    “O objetivo [do crédito] é colocar mercadoria na minha loja, porque desde quando eu comecei aqui nunca tive capital de giro para investir na loja. Eu acredito que com esse empréstimo vai melhorar as vendas, eu vou poder oferecer melhores produtos para os clientes, vou poder variar também nas minhas peças. E eu acredito que esse empréstimo que o governo está disponibilizando vai ajudar muito as sacoleiras, a mim também e vai melhorar também o desenvolvimento dentro da minha cidade”, afirmou.

    A finalidade do Desenvolve Roraima é possibilitar, através do crédito orientado, produtivo e acessível, o desenvolvimento sustentável e fomentar a economia dos municípios roraimenses.

    CRÉDITO RURAL

    Para ter acesso ao recurso financeiro, os interessados no Crédito Rural devem procurar a Casa do Produtor Rural (CPR) do município em que residem e iniciar o projeto de financiamento junto com a equipe técnica da Seapa.

    MICROCRÉDITO EMPREENDEDOR

    Os interessados no Microcrédito Empreendedor, podem ir à sede da Desenvolve Roraima, localizada na A. Major Williams, 1335, de segunda a sexta, no horário de 8h às 14h ou  iniciar o pré-cadastro e enviar as documentações pelo site da Desenvolve Roraima (www.desenvolve.rr.gov.br).

  • Governo de Roraima libera recursos de crédito rural para produtores de abacaxi Governo de Roraima libera recursos de crédito rural para produtores de abacaxi

    Fruto tropical, apreciado de norte a sul do país, o abacaxi destaca-se na economia roraimense, e é faz jus à coroa, sendo o rei da fruticultura no município do Cantá. E, com o objetivo de valorizar esta atividade, a Desenvolve Roraima (Agência de Fomento do Estado de Roraima), instituição financeira do Governo do Estado, incentiva a produção através de financiamento específico para os produtores de abacaxi.

    Com importante papel econômico e social de geração de emprego e renda, em 2019, o abacaxi roraimense foi responsável pelo faturamento de mais de R$ 5,8 milhões, gerados a partir da colheita de 4,5 milhões de frutos, de acordo com levantamento feito pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística).

    Ainda que o abacaxi seja naturalmente perene, existe a possibilidade de produção o ano todo em uma mesma região, sendo indispensável o uso de irrigação para que isso aconteça, pois é fundamental que se mantenha a umidade ideal do solo.

    A partir do estudo realizado pela Seapa (Secretaria de Estado de Agricultura, Pecuária e Abastecimento) foram identificadas as principais necessidades dos agricultores para o plantio e cultivo da fruta e a Desenvolve Roraima atenderá a demanda concedendo financiamentos voltados para itens de custeio e investimento.

    O produtor rural Kelvyn Oliveira, que trabalha com a produção de abacaxi há 5 anos, consegue realizar a colheita de safras a cada 4 ou 5 meses devido a utilização do processo de irrigação.

    “A gente consegue ter um controle maior [da safra] por causa da irrigação e a gente consegue ter uma base de, praticamente de 4 em 4 ou 5 em 5 meses ter uma safra aproximada de 20 mil frutos, chegando até 60 mil frutos ao ano”, explicou.

    Oliveira aponta que houve crescimento no consumo, o que tem motivado o aumento da produtividade, gerando, consequentemente, maior rentabilidade.

    “A demanda aumentou bastante no Estado, o preço da fruta aumentou, o que dá uma margem de conforto pra gente querer aumentar a produção. E hoje, tendo este estimulo do governo, por meio do Governador Antonio Denarium, a gente fica muito feliz porque dá de fazer um planejamento a longo prazo, e a gente sabe que todo crescimento exige conhecimento e com o apoio do governo, além de aumentar a quantidade de frutas plantadas dos produtores, vão aparecer novos produtores com a vontade de querer crescer”.

    A cultura do abacaxi gera riqueza e distribuição de renda no setor produtivo agrícola roraimense e atende às necessidades do consumidor final, por isso o financiamento promovido pela Desenvolve Roraima é destinado a dar condições de crescimento de maneira acessível e planejada, especialmente para o pequeno produtor.

     

  • Desenvolve Roraima concede microcrédito aos beneficiários do Planta Roraima Desenvolve Roraima concede microcrédito aos beneficiários do Planta Roraima

    Na manhã da última terça-feira, dia 10, a Desenvolve Roraima participou da cerimônia de entrega de kit horta do Programa Planta Roraima, que contou com a presença do Governador Antonio Denarium, do Deputado Estadual Gabriel Picanço e Secretários de Estado.

    O programa, idealizado pelo Governo do Estado e coordenado pela Secretaria de Trabalho e Bem-Estar Social (Setrabes), visa a capacitação em segurança alimentar e nutricional, dando oportunidade às famílias de baixa renda para que possam ter uma fonte de renda e prosperar através da produção de agricultura em pequenos espaços.

    Para a montagem das hortas, as 37 famílias beneficiadas contam com o microcrédito disponibilizado pela Desenvolve Roraima para a aquisição do kit horta. O kit é formado por itens de investimento semi-fixo, como carrinho de mão, pá, enxada, entre outros, totalizado mais de R$ 2 mil em produtos para início da atividade produtiva.

    Adailton Fernandes, presidente da Desenvolve Roraima, explica que “o programa idealizado pelo Governo do Estado, por intermédio da Setrabes, Desenvolve Roraima e Seapa, beneficia as primeiras 37 famílias, concedendo financiamento, capacitação técnica e educação financeira que visa proporcionar geração de renda através de sua atividade empreendedora em produção de hortaliças. A Desenvolve Roraima, por determinação do governador Antonio Denarium, tem a missão de proporcionar o crédito da instituição cada vez mais inclusivo, acessível e orientado voltado para o incentivo aos pequenos produtores, que muitas das vezes nunca tiveram ou não tem acesso a outras instituições financeiras do mercado tradicional”.

    As condições ofertadas pela Desenvolve Roraima atendem a política pública de fomento às atividades produtivas, uma vez que cada família quitará seu financiamento em um prazo total de 24 meses, sendo 6 meses de carência e 18 parcelas mensais com taxa de 3% ao ano.